Nostalgia domingueira


Domingo de chuva é bom para isso mesmo: organizar a casa, a cabeça e a vida. Já ando em processo de arrumações há algum tempo, pois o desafio é um “pente fino” em tudo de físico/material que está (des)arrumado de 34 anos de mudanças constantes.
As arrumações incluem o meu querido computador que com as pressas acabou por ficar com o desktop cheio de sabe-se lá o quê. Vou ter de abrir pastas, organizar fotografias, documentos, etc. Basicamente, um pincel. Para se fazer com gosto, tem de ser feito com tempo e ao som de boa música (estou ao som de Beirut).

Este processo de arrumação despoleta uma certa nostalgia boa, então ao longo dos próximos dias vou partilhar convosco algumas fotos e vídeos do fundinho do baú que remetam a passagens importantes da minha vida.

Sabe bem olhar para trás, mas eu tenho mesmo é saudades do futuro. Que venha com calma, porque eu sei esperar.

Todos os créditos do vídeo (compilação de meados de 2008) para o meu amigo guerreiro e parceiro de projetos Ricardo Diniz (que dispensa apresentações), de quem sou fã de carteirinha. Estou louca para poder deliciar-me com o livro novo Mare Nostrum que relata através de excelentes fotografias mais um projeto nobre a que deu vida e pude ver de perto.

Um bom Domingo de chuva a todos, life lovers ♥