2014, cheguei.


Foi com a magnitude do Cirque du Soleil que entrei ontem, definitivamente, em 2014. Saí tão a mil do ano passado que entrei neste meio de pára-quedas. Ter a oportunidade de ver tão de perto os números de Dralion, permitiu-me respirar fundo, sorrir, sonhar e sair daquele “onde estou mesmo?”.

Tempo e inspiração para escrever têm estado em falta, mesmo com as fantásticas mudanças que têm acontecido pelo e para o blog que é o meu projeto xodó em que o meu lado teen, pinky e girly podem tomar forma e coexistir com o mundo cinzento que tenta devorar-me diariamente – mas eu é que lhe dou umas trincas.

2013 trouxe-me várias novidades, entre elas, rugas e cabelos brancos. Mas, não me queixo. O tempo para gozar as coisas boas da vida foi tão reduzido que parar para escrever iria comprometer ainda mais esses ínfimos momentos. Daí a ausência. Foram alguns projetos complexos e intensos a sair da gaveta que saíram-me do pêlo e custaram suor e lágrimas. Sinto-me feliz pelas conquistas. Nunca gostei de coisas fáceis. Agora é continuar. E talvez consiga gerir melhor o tempo para dedicar aos meus life lovers a quem tenho de agradecer as visualizações que continuo a ter diariamente e fazer com que, finalmente, as partilhas consigam estar mais presentes na minha (não) rotina (estava boa para política, não estava).

Como achei que não era bom exemplo postar os videozinhos que consegui sacar de surra do circo, deixo-vos com o meu número favorito (roubado do youtube, ups). Só não entendi porquê o rapaz que foram buscar à plateia não estava sentado ao meu lado, que corpo! (Private joke para quem já viu. Hehe)

No forno há post sobre festa infantil, sobre a China, sobre medicina chinesa, and so on…vamos ver se sai!
Beijinhos life lovers, desejos sinceros de um ano com saúde e proteção, tudo o resto terão de fazer por vocês mesmos. Aquele abraço, LIFE´S GOOD. ♥