Heartache and smiles


Incrível como deixei passar ao lado a presença de Eirik Glambek Boe e Erlend Oyedesta em Paredes de Coura no ano passado. A dulpa de nórdicos toca-me a ALMA como poucos com este acústico. Vejo os cartazes dos festivais portugueses deste ano e parecem-me bem, mas faltam os meus dois meninos cheios de bossa. Será que ainda terei uma surpresa?🙂